segunda-feira, 21 de junho de 2010

Blogagem livre e uma tempinho para pintar

Arvore_fernanda

Peguei tintas e pincéis. Livremente invadi o papel branco que estava ali a espera de letras, grafitis ou impressões. Fosse o que fosse ele esperava pacientemente por algo expressivo. Mas eu aflita precisava preencher aquele espaço e me expressar. Assim, nos unimos no ato generoso da entrega e uma simples obra foi criada.

Ali estava um pouco do meu eu decifrado em uma simples folha de papel em branco. Sem críticas ou perfeição apenas deixei correr a minha mão unida ao meu coração. Voltei a ser criança e exercitei o reencontro ou talvez o encontro com minha essência, com minha alma.

Aquele tempo foi sagrado, como algo que queremos ver eternizado. Agora a folha em branco  tinha alma e eu, uma folha com as cores da minha criação.

4 comentários:

CELSO MATHIAS disse...

SENSACIONAL!! O CAMINHO É POR AÍ SIM! SER LIVRE E SE DEIXAR EXPRESSAR!! SEM COBRANÇAS OU PERFEIÇÕES!!

ADOREI! TA

orvalho do ceu disse...

Oi, querida
A arte simples de pintar... que lindeza!
Também aprecio o acrílico...
O sua tela vira um sacramental inpsirada num momento simples e, ao mesmo tempo, divino!
Bjs e muita paz!

Marliborges disse...

oiiiii, Fernanda, você acertou!!! que coisa boa pintar livremente!!! E ficou lindo, menina!!! Bjssss

pensandoemfamilia disse...

Inda! expressão de si mesmo é um ato de criação diária, principalmente nesta nossa atualidade tão ligada ao TER.
bjs,
Custei mas chequei aqui.