domingo, 4 de maio de 2008

"Traduzir-me"



Quando resolvi fazer este blog e apresentar-me a todos que possam participar de meus momentos,veio em minha lembrança esta música. Ela ilustra o quê passo. Momento de "Traduzir-me", momento de encontrar minha essência; de tentar responder a eterna pergunta: “Quem sou eu?”.


Traduzir-se


Fagner
Composição: Ferreira Goulart



Uma parte de mim é todo mundo
Outra parte é ninguem, fundo sem fundo
Uma parte de mim é multidão
Outra parte estranheza e solidão
Uma parte de mim pesa, pondera
Outra parte delira
Uma parte de mim
Almoça e janta
Outra parte se espanta
Uma parte de mim é permanente
Outra parte se sabe de repente
Uma parte de mim é só vertigem
Outra parte linguagem
Traduzir uma parte na outra parte
Que é uma questão de vida e morte
Será arte?
Será arte?
Será arte?

Um comentário:

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE SONHOS ILUSTRADOS disse...

Amor, PERFEITO O TEXTO! É VC MESMO!!! ESPERO QUE O SEU BLOG SEJA A SUA ALMA!!!! BJS DO SEU MARIDO!!