quarta-feira, 23 de julho de 2008

A sensação é a mesma?

Estamos na era da velocidade, onde somos quase obrigados a assimilar todas as informações desse mundo globalizado. Ao mesmo tempo clamamos por um pouco de tempo, queremos profundidade nas conversações, mas o que sinto é que tudo está muito superficial.
No corre-corre da vida, vejo inúmeras pessoas em busca da paz, da felicidade, do resgate de algo pessoal e íntimo que ficou perdido em uma estrada aonde, agora, transitam seres que clamam por tempo e um pouco mais de intimidade, apesar de terem tanto medo dela.
Os e-mails nos dão a ilusão de estarmos nos comunicando; recebemos correntes e mensagens pps das pessoas das quais gostaríamos de saber pelo menos como vão passando, como se pudéssemos resgatar uma parcela mínima das antigas cartas enviadas pelo correio. Claro, não temos mais tempo para isso...
Tão próximos, porém distantes...
A superfície é a porta para o profundo. O tempo somos nós que determinamos. E aí?

2 comentários:

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE SONHOS ILUSTRADOS disse...

O mundo corre.
Corre o mundo.
Correm no mundo,
mundo fundo e correm mundos a procura de si.

Se acham eu não sei,
mas correm.

Zip- Zap em um segundo um oi,
um tchau, um talvez, passa lá, não sei aonde, não me dão endereço, só me passam uma corrente rápida via e-mail.

Quero dizer um: Como é que você está? Como tem passado? mas não dá tempo, ninguém espera nem mesmo um abraço...

O mundo corre.
Corre o mundo.
Correm no mundo,
mundo fundo e correm mundos a procura de si.

ZAAAAAAAAAAAAAAAAAAP...foi...
:):):):):):):):)

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE SONHOS ILUSTRADOS disse...

VC É O MEU AMOR MESMO E NÃO TENHO VERGONHA NEM MEDO DE DIZER ISSO, PORQUE É UM FATO! VC ME FEZ CRESCER COMO HOMEM E COMO SER !! TE AMO MUITO AMOR!!VIU? BLOG TBM É DECLARAÇÃO@!!!!